Aumento das amígdalas e adenoide

Todos nascemos com amígdalas e adenoide. Na infância elas têm função de imunidade, isto é, ajudam o nosso corpo se proteger contra vírus e bactérias. Após os 12 anos de idade, não temos mais a adenoide (ela involui) e permanecemos com amígdalas, porém, com sua função reduzida. O aumento de volume das amígdalas e da adenoide ocorre devido infecções virais recorrentes, bacterianas, exposição a fumaça de cigarro, entre outros. Para detectar o aumento das amígdalas, basta o médico abrir a boca do paciente e examinar. Já a adenoide, tem seu aumento detectado por exames (raio X de cavum ou exame com microcâmera nasal). O aumento da amígdala e adenoide leva a obstrução nasal, respiração bucal, alteração da arcada dentária e da formação da face da criança. Além disso, é a principal causa de ronco na infância. Se a criança está roncando, quer dizer que ela não está dormindo bem. Ao invés de descansar, ela acaba cansando, seu coração bate mais do que deveria e reduz a oxigenação cerebral. Como resultado, a criança não tem o crescimento esperado, tem maior dificuldade de concentração e pode acarretar problemas em seu desenvolvimento físico. O tratamento cirúrgico acaba sendo a solução resolutiva ,desde que seja bem indicado. A cirurgia é realizada toda por dentro da boca, sem nenhum corte por fora e sob anestesia geral na veia. A alta após a cirurgia ocorre no mesmo dia.

Otorrino Curitiba | Otorrinolaringologista em Curitiba | Adenoide