Blog

Tontura

O nosso equilíbrio é mantido pelo sistema nervoso central, que recebe informações de algumas áreas do corpo: dos labirintos (um em cada ouvido), de receptores existentes em músculos e tendões (receptores posturais) e da visão. A tontura acontece quando há problemas na comunicação de alguma destas partes com o nosso cérebro ou no próprio cérebro.

Na maior parte das vezes, as tonturas são decorrentes de distúrbios no labirinto e as pessoas tendem a associar com a labirintite. O termo correto seria disfunção labiríntica ou labirintopatia, sendo a labirintite um desses distúrbios (um dos mais raros).

Quando se trata de um tipo de labirintopatia, entre os sintomas associados à tontura estão: náusea e mal-estar, zumbido, sensação de perda de audição e sensação de estar “flutuando”.

Nestes casos, um otorrinolaringologista deve ser consultado para que o distúrbio seja diagnosticado e o tratamento prescrito.

*Uma dica para quem passa por situações de tontura é fixar o olhar em um objeto durante a crise e não fechar os olhos. O sistema visual faz parte do equilíbrio e nos auxilia quando outra área, como o labirinto, estiver com problemas.

____

📌Dr. Diego Pizzamiglio – Otorrinolaringologista

📌CRM-PR 23.174 | RQE-PR 1440

📱CEOM Curitiba: 41. 3267-4654

📱Hospital IPO: 41. 3314-1500

📱Hospital IPO – São José: 41. 30816700

📱Hospital IPO Campo Largo: 41.30325020

7 de outubro de 2019 , , , ,
Sobre combustiva

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *