Blog

Cirurgia de retirada das amígdalas: quando fazer?

A principal função das amigdalas é combater as bactérias e agentes infecciosos, por isso acabam mais suscetíveis a infecções. Para fugir dos incômodos da amigdalite, uma grave inflamação, muitas pessoas recorrem a cirurgia de extração das amígdalas, porém é importante saber que essa é uma solução indicada somente nos casos de:

.

📍 Hipertrofia, ou seja, quando há um aumento exagerado das amigdalas, causando problemas como dificuldades na respiração, alterações na face, no sono e na fala;

📍 Amigdalite intensa com sintomas fortes como dor de garganta, dificuldades de engolir e febre.

📍 Amigdalite de repetição, quando a infecção se repete por mais de 3 vezes ao ano.

.

Ainda assim, estudos afirmam que, diante dos benefícios que as amígdalas trazem para o organismo, o ideal é avaliar e tratar as causas das alterações antes de considerar a retirada.

.

Mas essa avaliação deve ser feita em parceria com o médico otorrinolaringologista e o paciente, buscando o melhor resultado para o seu organismo e para a sua qualidade de vida. Converse com seu médico sobre essa possibilidade.

____

📌Dr. Diego Pizzamiglio – Otorrino Curitiba

📌CRM-PR 23.174 | RQE-PR 1440

📱Clínica CEOM  – Unidade IPO Jardim das Américas: 41. 3267-4654

📱Hospital IPO: 41. 3314-1500

📱Unidade IPO São José: 41. 3081-6700

📱Unidade IPO Campo Largo: 41.3555-3580

7 de setembro de 2020 , , , , ,
Sobre combustiva

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *